Telefone: (21) 2717-2086 | 2622-7340 | 3565-8056 | 3617-0370

Quando um simples hematoma pode significar algo mais grave?

hematoma

Hematomas são sangramentos que acontecem na pele ou nas camadas imediatamente abaixo dela. Também podem ser reflexo de ferimentos que ocorreram em camadas mais internas e, após alguns dias, chegam à superfície, tornando-se visíveis.

Apesar de conhecidos popularmente assim, os hematomas representam apenas uma das maneiras em que estes ferimentos são vistos na pele – quando são manchas grandes e roxas, no caso. Além deles, temos as petéquias, quando são pontos vermelhos e as equimoses, quando são manchas vinhosas.

Na maioria das vezes, esses ferimentos são resultado de algum trauma no local e não representam nada grave. No entanto, é preciso procurar um médico se, por exemplo, a mancha surgir sem causa mecânica, ou se ela vier acompanhada de um sangramento no nariz e na boca, se a mancha for desproporcional ao trauma ou se trouxer outro sintoma, como febre e dor.

Normalmente, o sangue dos hematomas é reabsorvido naturalmente pelo corpo, fazendo com que as manchas desapareçam.

Púrpura

Entretanto, uma simples mancha roxa pode ser sinal de uma doença grave. A Púrpura Trombocitopênica faz com que o sistema imunológico do portador desconheça as plaquetas sanguíneas como parte do organismo, produzindo anticorpos que as destroem.

As plaquetas são as responsáveis pela coagulação do sangue e ajudam a interromper um sangramento no caso de um ferimento.

Portanto, além da observação de manchas, sangramentos e suas origens, é importante realizar periodicamente o exame sanguíneo para verificar a quantidade de plaquetas, cujos parâmetros normais são entre 200 e 400 mil.

 

Genn Derm